O PROCEDIMENTO DE DESCONTAMINAÇÃO E LIMPEZA

Dessorção Térmica a Vácuo (TD-V)

  • Patente espanhola: ES 2 423 255 B1

  • Patente europeia: EP 13 158 850.1

A cortiça

A cortiça é um material poroso que pelas suas características e propriedades físico-químicas mantêm adsorvidas uma grande quantidade de compostos e contaminantes orgânicos, entre eles o TCA. Essas substâncias podem ser transferidas da rolha para o vinho, alterando as propriedades organoléticas deste (“sabor a cortiça”).

A TD-V é um procedimento em que de forma suave e controlada se aplica calor e vácuo. Desta forma quebram-se as ligações entre os contaminantes e a cortiça e obriga-se estes a abandonar a estrutura do mesmo.

O calor é o responsável pela quebra das ligações, enquanto o vácuo mantém os contaminantes no estado gasoso e os desaloja da estrutura da cortiça.

Desta forma a TD-V converte-se no primeiro procedimento que a dessorção térmica utiliza para descontaminar a cortiça.

Ao não ser um processo extrativo, não necessita de nenhum dissolvente, nem de qualquer outra substância alheia à cortiça. Isto faz com que o processo seja rápido e não exista qualquer risco de contaminação para a cortiça e o ambiente.

O controlo da temperatura e pressão de vácuo permite eliminar progressivamente os compostos retidos na cortiça. Geralmente os mais voláteis são os primeiros a ser desalojados.

A DT-V pode chegar a eliminar totalmente o TCA da cortiça. Juntamente com este são eliminados também um grande número de substâncias e contaminantes (mais de 100 compostos foram detetados e eliminados da cortiça por este procedimento). Isto tem uma grande importância, já que garante a homogeneidade da cortiça e a neutralidade da rolha do ponto de vista organolético.

A DT-V é um processo suave e controlado, respeitoso com a cortiça, de forma que não altera as suas propriedades e características. Além disso, não só limpa e descontamina a cortiça, como também a esteriliza.

É aplicável à limpeza da cortiça em qualquer formato:

  • Grãos

  • Rolhas: naturais, enchimento, aglomerados ou técnicas.

  • Discos, tiras, placas…

Desta forma a TD-V converte-se no primeiro procedimento capaz de eliminar o TCA da rolha natural de forma muito eficaz, sem modificar as suas propriedades e características, garantindo a neutralidade organolética da rolha.

Investigação

Na TRATACORK, trabalhamos no desenvolvimento de soluções e serviços tecnológicos inovadores, encaminhados para conseguir a mais alta qualidade das rolhas.

Para isso a TRATACORK coloca à disposição dos fabricantes de rolhas a tecnologia TD-V que elimina o risco de contaminação por TCA e outros contaminantes, ao mesmo tempo que garante uma total neutralidade do ponto de vista sensorial da rolha.

Tecnologia

A TRATACORK, desenha e constrói sob licença as instalações para o tratamento do grão, rolhas e discos, de acordo com as necessidades e especificações de cada cliente.

Ao mesmo tempo proporciona o suporte técnico e os protocolos de ação para otimizar a eliminação do TCA nos diferentes tipos de rolhas e graus de contaminação. Além disso oferece formação sobre a tecnologia TD-V e o manuseamento das instalações.

Desenvolvimento de soluções

Como empresa de consulting e de I+D+i, a TRATACORK está em condições de resolver os problemas que surjam nestas empresas associados à fabricação e à qualidade da rolha, e a procurar as melhores soluções.

Ao seu serviço

Por outro lado, as empresas interessadas em melhorar a qualidade das suas rolhas, mas por causa do seu tamanho ou porque não desejam adquirir a tecnologia, a TRATACORK oferece-lhes a possibilidade de prestar-lhes o serviço de limpeza das suas rolhas.

Descubra o futuro

A neutralidade organolética da rolha natural e técnica, sem alterar as propriedades da cortiça

Contacte-nos